in

Ex lutador de MMA, Wanderdei Silva, é embaixador da K8 Brazil

Ex lutador de MMA, Wanderdei Silva, é embaixador da K8 Brazil 1

Wanderlei César da Silva ou simplesmente Wanderlei Silva é um ex-lutador brasileiro de MMA aposentado, que competiu no extinto PRIDE Fighting Championships no Japão e no Ultimate Fighting Championship nos Estados Unidos.

Wanderlei é especialista em Muay Thai, conhecido pelo seu estilo de luta altamente violento e agressivo, sendo considerado um dos maiores strikers (especialista em trocação) da história do MMA.

Ele detém o recorde de mais vitórias, nocautes, defesas de título e maior sequência de vitórias na história do PRIDE. Ele foi campeão peso-médio do PRIDE e campeão do torneio Grand Prix dos pesos-médios em 2003.

Ao lado de Rodrigo Minotauro, Kazushi Sakuraba, Mark Hunt, Maurício “Shogun” Rua, Fedor Emelianenko, Dan Henderson e Mirko “Cro Cop”, são considerados como os melhores lutadores do extinto PRIDE FC, e lendas vivas do MMA.

Saiba mais sobre o lutador

Wanderlei nasceu em 3 de Julho de 1976 em Curitiba, Paraná. Wanderlei entrou com 13 anos na equipe Chute Boxe, onde treinava Muay Thai e Kickboxing pelo Mestre Rudimar Fedrigo, Wanderlei começou a treinar Muay Thai pois ele se achava baixinho e gordinho.

Ao atingir a maioridade, Wanderlei se alistou no serviço militar, ingressando no Exército Brasileiro e se formando como oficial R2 pelo NPOR, no ano de 1995, durante o tempo em que serviu no exército, chegou a ser promovido até o posto de 1º tenente. Após ser reconhecido pelo seu talento, foi incentivado a se juntar a equipe de Jiu-jitsu, para lutar no crescente esporte do vale-tudo. Logo nas primeiras lutas, Wanderlei já mostrava seu jeito frio e seu jogo de agressividade máxima para derrotar adversários, na maioria das vezes, por nocaute. Treinou na Chute Boxe e hoje treina na em sua própria academia, a Wand Fight Team ao lado de nomes como Sérgio Morais e Vitor Viana nos Estados Unidos; é hoje, um dos maiores nomes do MMA mundial.

Quando completou 20 anos, com o rosto todo inchado e vários pontos no supercílioouviu do seu pai Horlando Silva “isso não vai dar em nada, arrume um emprego”, mas Wanderlei continuou com o seu sonho ganhando seu primeiro prêmio no Japão no valor de US$ 3 500 em 1999. Desde então, o curitibano já venceu 34 lutas, perdeu 13 e empatou 1.

Foi campeão representando o Brasil nos Prides evento de MMA, realizados no Japão e Estados Unidos; é ídolo em vários países, especialmente no Japão, onde foi personagem de vídeo game e garoto propaganda de diversos comerciais de TV. Wanderlei é considerado o maior lutador do Pride de todos os tempos e um dos maiores atletas da história do MMA além de ser o maior recordista de lutas, vitórias e nocautes do Pride. Encerrou sua carreira lutando no Bellator. Wanderlei Silva é casado e tem dois filhos.

Conheça um pouco mais da K8 e sua chegada ao Brasil

K8 é umas das maiores holding de casas de apostas do mundo. Com sede em Filipinas, a K8 está a apenas 3 meses no Brasil. Mas, está presente em mais de 50 países, como Japão, Filipinas, e agora, Brasil. A empresa já vem sendo destaque entre as maiores casas de apostas do Brasil. 

Conheça os embaixadores da marca

Aqui no Brasil, a K8 chegou recentemente, e é claro que teríamos um embaixador! Neste caso, temos cinco. Isso mesmo, CINCO EMBAIXADORES! Um deles é o Luiz Goulart (Luizão), ex jogador do Corinthians. Wanderlei Silva, que é um ex-lutador brasileiro de MMA aposentado, que competiu no extinto PRIDE Fighting Championships no Japão e no Ultimate Fighting Championship nos Estados Unidos, a influenciadora Wal Pimenta, Kleber Bambam, e por fim, Tchê Tchê, com sua habilidade excepcional em campo e paixão pelos jogos, TchêTchê personifica a conexão entre o mundo do futebol e dos games.

CEO da K8 na América Latina já mora em Brasil a quase 3 anos

Iker Echeverria, CEO da K8 Brazil, já mora no nosso país há cerca de 3 anos. Em bate papo com o mesmo, o empresário afirma a paixão tremenda pelo Brasil.

“Quando vi a possibilidade de vir ao Brasil e trazer a K8 para este país, eu não hesitei de maneira alguma. Quero trazer ao Brasil, junto com a K8, uma nova personalidade, e, além disso, diversidade”.Afirma Iker.

“Confesso que estou apaixonado pelo Brasil e já penso em morar por aqui em breve hahaha”.Completa.

Como já mencionado anteriormente, a K8 já é uma gigante marca em mais de 50 países de mundo e agora, chega pela primeira vez na América do Sul. Com isso, claramente, o país cede COM CERTEZA teria que ser o Brasil! Segundo Iker, o Brasil foi o país escolhido na América do Sul para ser a “Casa” da K8 no continente. Ou seja, nosso país será a país sede!

Iker deseja realizar projetos futuros para ajudar pessoas carentes aqui no Brasil

Ainda em conversa recente com Iker Echeverria, o mesmo afirma em várias vertentes que não quer apenas fazer dinheiro aqui no Brasil, mas, também, oferecer oportunidades e poder de alguma forma ajudar os brasileiros.

Ainda sem dar muitos spoilers, o CEO da K8 Brazil já deixa claro o desejo tremendo de criar um projeto para que isso saia do papel o quanto antes.

Confesso que ficamos imensamente curiosos para saber o que vem por aí! Hahaha. Mas, também, ficamos IMENSAMENTE felizes com a grandiosidade de Iker. Mesmo ainda nada firmado (por enquanto), já é uma atitude de aplaudir de pé!

Denunciar post

Escrito por Victor Alexandre

Formando de Jornalismo, apaixonado pelo mundo da música e com o sonho tremendo de explorar cada cultura deste mundo!

Tchê Tchê, volante do Bota Fogo, é o novo embaixador da K8 Brazil 3

Tchê Tchê, volante do Bota Fogo, é o novo embaixador da K8 Brazil

10 times disputam as 6 vagas restantes do G8 do Paulistão A2