Nation POP

Madison Beer e o que são as Industry Plants

COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Hoje comemoramos os 21 anos de Madison Beer, que já passou por quase todos os estágios que um artista pode passar ao longo de sua carreira. Já foi o assunto do momento ao ter seu vídeo compartilhando pelo maior nome da música do momento, Justin Bieber, teve um relacionamento que deu muito o que falar (o drama com Jack Gilinsky) e o flop total quando seus lançamentos ficaram apagados. Será que agora é a vez de ela finalmente abraçar o que acredita e fazer sua voz ser ouvida?

Industry Plant

São chamadas de “industry plants” aqueles sucessos que as pessoas acreditam terem sidos meticulosamente planejados pelo pessoal de dentro da indústria musical a fim de controlar o tipo de conteúdo que vai ser consumido e fazer sucesso ou não. Há quem diga que esse é o caso de Madison Beer. Isso porque lá em 2012, quando o Justin Bieber “acidentalmente” encontrou o vídeo dela cantando e o compartilhou no Twitter fazendo com que a aspirante fosse mundialmente conhecida, as pessoas correram atrás de desvendar essa história (e conseguiram). Segundo pesquisas, o agente do Justin, Scooter Braun, era amigo de adolescência da mãe da Madison e eles eram super próximos, o que possibilitaria que a mãe dela simplesmente pedisse (ou pagasse) para o Bieber compartilhar o vídeo promovendo a garota. Verdade ou não, hoje, oito anos depois, Madison e Justin são grandes amigos e são vistos juntos de tempos em tempos.

Jack Gilinsky

Ugh! Em 2014 o relacionamento de Madison com o cantor Jack GIlinsky (da dupla Jack & Jack e ex-membro da MagCon) e gerou muitas polêmicas, porém, apesar das críticas à diferença de idade (de dois anos e meio), o relacionamento durou até 2017. Ao longo desse período, o casal lançou música juntos, fez campanha de casalzinho para uma marca de roupas e deixou sua contribuição na tag “casal Tumblr”, até hoje as páginas postam fotos dos dois com a leganda “meta <3”. Acontece que, em meados de 2017, um vídeo do Jack agredindo verbalmente a cantora vazou e começou a guerra de fandoms. Até o parceiro de dupla dele, Jack Johnson, se meteu na confusão criando um canal no YouTube com o único propósito de esclarecer que as agressões eram mútuas e que o Gilinsky não devia ser o único culpado da situação. Logo depois do fim do relacionamento Madison lançou o EP As She Pleases (vamos nos aprofundar nele mais pra frente) e depois de um tempo apareceu namorando o promoter Zack Bia, mas eles se separaram no meio de 2019. Infelizmente para aqueles que acreditam que o lugar de relacionamentos tóxicos é no passado, em janeiro desse ano (2020) Jack e Madison foram vistos aos beijos em um restaurante de Los Angeles. Acontece, né? Apesar de não terem oficializado um retorno, o casal já está dando o que falar (de novo).

https://www.instagram.com/p/BIJl_H9Dajm/

Flop?

Para muitos, a carreira da Madison acabou no final de 2017. Depois de tanto drama, polêmica e controvérsias, muitos simplesmente desistiram de esperar que ela fizesse algum sucesso. Já que, apesar de ter tido o início de carreira perfeito (endossada pelo maior nome da música, contrato com o melhor agente e o melhor selo do momento), desde 2012 ela sempre desaparecia e aparecia da mídia (incluindo das próprias redes sociais) e aparecia falando sobre como estava trabalhando duro em seu álbum. Porém, à essa altura, ela só tinha sete músicas lançadas e nenhum EP ou álbum lançados. Só mais tarde em 2018 que sue EP “As She Pleases” finalmente saiu, mas seus fãs já não estavam tão animados. Dessa forma, apesar de ter todo os recursos que um artista precisa para ser grande, incluindo números, a carreira da Madison simplesmente nunca decolou.

Estilo

Ironicamente, a maioria das pessoas que se dispunham a criticar a carreira de Madison Beer publicamente dizia que ela deveria sair da música e trocar sua carreira pela de modelo, visto que ela tinha uma aparência “perfeita” e se preocupava mais em postar fotos no estúdio com a legenda “trabalhando” do que em efetivamente lançar música. Com música ou sem música, Madison Beer sabe os truques para um bom look e arrasta uma legião de fãs que olham para ela como inspiração de estilo.

https://www.instagram.com/p/Byx_SHql5Qf/

As She Pleases

E, finalmente, em 2018 o EP chegou! Com 7 músicas que iam do coração partido (causado pelo Jack Gilinsky, talvez?), ao amor próprio e, finalmente, ao novo amor (Zack Bia?). A vibe é retrô e tem um show de vocal, dessa  vez Madison resolveu de vez calar a boca de quem falava que ela não podia cantar direito. Em comparação às músicas anteriores da cantora, As She Pleases está cheio de técnicas novas que favorecem Beer em todos os aspectos. As músicas se aprofundam um pouco na personalidade dela, saindo do padrão de música pop superficial e trazendo referências como uma intro com o estilo dos anos 60 e uma música sobre sua paixão por Tyler Durden (personagem de Clube da Luta). Esse foi um divisor de águas para ela, visto que chamou a atenção de um público bem diferente daquele que pulava e cantava Unbreakeble no ensino fundamental.

Uma pitada nerd

A cada dia que passa, Madison fica mais confortável em compartilhar seu lado nerd com o mundo. Em entrevista recente ao podcast do Zack Shane ela disse que é fã número um de Ricky & Morty, filmes cult como Clube da Luta e shows de comédia stand-up. Ela admitiu que por baixo da superfície delicada e menininha ela não é nada disso. Isso é maravilhoso porque, cada vez mais, as garotas vem acabando com o mito de que as meninas precisam ser sempre delicadas, super femininas e “rosas delicadas”. O fato de ela assumir isso nos dá noção de que, apesar de tudo, no final das contas Madison é só mais uma garota que constantemente é julgada pelo preconceito que as pessoas tem ao verem sua aparencia. Pontuar isso, não só no caso dela, mas de todos os artistas no geral é cada vez mais importante: as pessoas não se resumem àquilo que você está vendo!

Nova Madison?

Desde o final de 2019 Madison lançou 3 singles que expressam muito bem o fato de que ela está em uma nova fase e em constante evolução. Os singles são todos extremamente envolventes e e fáceis de se identificar, sem contar auto-conscientes e os clipes futurísticos. Dear Society, Good In Goodbyes e, o mais recente, Selfish dão um show de arte, expressão e personalidade de cantora. Ela anunciou orgulhosamente a autoria de ambos (na maior parte do tempo com a ajuda de um time) e ter dirigido – com um apoio de outros diretores – os três clipes que são uma perfeita viagem para o futuro e para a mente da artista.

https://www.instagram.com/p/B8wvZ2iFJ-q/

Life Support

Finalmente, Madison anunciou agora, em fevereiro, alguns detalhes sobre seu novo álbum, Life Support (“suporte de vida”) e nós estamos indo à loucura. Tudo o que nós sabemos até agora é que o álbum vai contar até com um diálogo inteiro de Rick & Morty em uma das músicas e que já tem uma capa oficial. Por enquanto não tem data certa de lançamento, mas esperamos que seja logo!!! Até agora os singles do álbum já lançados são Good in GoodbyesSelfish, com certeza se o álbum seguir essa linha de conteúdo vai ser um estouro!

https://www.instagram.com/p/B8esBc2l0tC/

Agora que você sabe de tudo isso, me diz: vale a pena manter o olho nessa garota, não vale? Pois é, com suas idas e vindas, controvérsias e Life Support vindo por aí, está mais do que claro que Madison Beer ainda vai nos surpreender e muito! Eu, pelo menos, não quero perder nada!

Fiquem ligados que, qualquer novidade, NationPop vai ser o primeiro a te contar!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram