Assine nossa Newsletter

Miranda estreia “Sonho Meu” na trilha sonora de novela da Globo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

“Bom Sucesso”, nova novela que ocupa a faixa das 19h na programação da Rede Globo, marca a estreia de Miranda, a carioca de voz doce, que com apenas 23 anos, já conquista os ouvidos atentos, nas trilhas de folhetim. “Sonho Meu”, faixa-título do primeiro EP da revelação da MPB, foi a escolhida.

“Foi um grande desafio gravar essa música. Me senti lisonjeada quando recebi o convite da gravadora para colocar minha foz nessa composição tão forte e inspiradora”

comenta Miranda

“Foi um grande desafio gravar essa música. Me senti lisonjeada quando recebi o convite da gravadora para colocar minha foz nessa composição tão forte e inspiradora”

comenta Miranda

Composto por quatro músicas, sendo três delas autorais, o EP “Sonho Meu” mostra a potência da cantora estreante para o mercado nas conhecidas “Eu Não”, “Agora” e “Universo”, que ficam completas ao lado da releitura da faixa que dá nome ao projeto, um sucesso de Dona Ivone Lara e Délcio Carvalho, que agora embala a trilha de “Bom Sucesso”. Escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm e com direção artística de Luiz Henrique Rios, a novela trata do valor de cada minuto da vida e traz a mensagem de perseverança, fé e garra.

“Quando eu soube que a música faria parte da trilha sonora da nova novela das 19h, fiquei extremamente empolgada e ansiosa. Quando ouvi pela primeira vez, não acreditei! Estou muito feliz com o resultado e espero que todos curtam essa minha singela homenagem a estes dois grandes nomes da nossa música”

comemora a cantora
Erro de RSS: WP HTTP Error: Não foi fornecido um URL válido.

Sobre Miranda

“Queria namorar você e partir seu coração só para ganhar uma música”, com este comentário de um amigo próximo, Miranda começa a escrever sua história na música. Cantora, compositora e multi-instrumentista carioca, Aline Loureiro de Miranda, 23 anos, fez sua estreia na música há sete anos, quando integrava uma banda, chamada Júlia Sabe, e já participava de saraus e eventos da faculdade.

“Acho que a minha essência é a natureza, talvez, dos desastres naturais à beleza das paisagens, literalmente”, comenta a cantora sobre sua história. Com este ponto de partida podemos sentir que a alma leve da artista transpõe suas composições – as quais escreve desde os 12 anos e para as quais tudo é pano de fundo.

Para acompanhar, Miranda toca violão, ukelele e escaleta, instrumentos que preenchem os espaços de voz com o melhor das batidas indie, folk e MPB. Autodidata, a artista cursa Teoria e Produção Cultural na faculdade.

“Pra mim, a música é uma forma de comunicação emotiva. É algo que passa uma ideia e te faz sentir o que está sendo ouvido. A música é uma parte de mim, é minha forma favorita de me expressar, de botar pra fora qualquer coisa que eu esteja passando ou sentindo”. Autobiográfico, seu trabalho traz muito de seus ídolos: a dedicação e entrega às composições.

Conteúdos exclusivos por email, totalmente grátis!