Nation POP

Spotify lança documentário baseado na playlist Brega-funk, que conquistou o Brasil

brega funk
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

E se a gente disser que a playlist Brega-funk , dominada por esse gênero genuinamente pernambucano, cresceu 145% só esse ano no Brasil, você botaria fé? Muito massa, né? Mais uma vez uma mistura de ritmos – que nós brasileiros fazemos muito bem – está ganhando o Brasil. Não é à toa que o hit Surtada , de Dadá Boladão, Tati Zaqui e OIK, chegou ao topo da parada de mais tocadas do Spotify no país no mês passado, assim como aconteceu com Envolvimento , de MC Loma e As Gêmeas da Lacração, em 2018, e Hit Contagiante , de Felipe Original, ainda neste ano. Então, pra você não se lascar, o Spotify preparou o documentário MPB Brega-Funk , o segundo do projeto Música Pelo Brasil (MPB), desta vez contando a história do brega-funk e suas origens recifenses.

O documentário, com direção de Felipe Larozza e apresentação do jornalista GG Albuquerque, explora a evolução desse verdadeiro ritmo contagiante e da cena no Brasil. As gravações aconteceram em Recife, onde o brega-funk nasceu, e passa também por São Paulo, com entrevistas exclusivas com alguns dos maiores nomes dessa cena, como o próprio Dadá Boladão, com 3 milhões de ouvintes mensais no Spotify e dono de um dos maiores hits no Spotify, Shevchenko & Elloco, MC Loma e as Gêmeas Lacração, MC Troia, A Tropa, MC Lia e Magnatas do Passinho SA, entre outros.

“A história do brega-funk é a história da cultura de sobrevivência dos Mcs do Recife. O movimento reuniu elementos de diferentes cenas musicais da periferia do Brasil em uma batida eletrônica original e inovadora. Um som que mudou a identidade e o imaginário cultural de Pernambuco e Nordeste”, diz GG Albuquerque, pesquisador de músicas periféricas e curador do documentário produzido pelo Spotify.

O material aborda o brega-funk num contexto geográfico, musical e social, mostrando como o gênero ajudou a moldar o cenário cultural de Recife. “Brega-funk é um lifestyle, tem tirado muita gente da criminalidade, principalmente a galera que dança passinho. Quando surgiu o passinho Shevchenko tudo mudou. A galera que dança passinho saiu do tráfico, da bandidagem, saiu do vácuo mesmo”, destaca MC Draak, da galera do É A TROPA.

Neste contexto, o documentário traz também dados de consumo proprietários do estilo no Spotify, que ajudam a entender sua popularização com base em números reais de streams. “Eu to achando muito massa e agradecendo muito a Deus por estarmos chegando em locais que diziam que a gente não ia chegar e a gente vem hoje rompendo as barreiras”, completa MC Troia, que tem total apoio de outra entrevistada do documentário, a MC Lia. “A válvula de escape das comunidades do Recife hoje em dia é o brega-funk. O brega-funk vai dominar o mundo. Se o mundo não terminar em guerra ele termina em brega-funk, disso eu sei.”, conclui a cantora.

“A cultura acontece no Spotify. Esse ano, o brega-funk chegou ao topo do charts Brasil na plataforma, assim como tem acontecido com o sertanejo e o funk em geral desde que o Spotify chegou ao país, em 2014. Quando esse tipo de fenômeno cultural, essa junção de ritmos acontece localmente – neste caso o brega-funk – ele se reflete na música que ouvimos no Spotify. Por isso, por meio da cultura local e musical, o Spotify consegue conectar artistas e fãs de uma maneira que antes não era possível, construindo uma comunidade de descoberta e inspiração mútuas, expandindo esse fenômeno para todo país”, diz Roberta Pate, diretora de relacionamento com artistas e gravadoras do Spotify na América Latina.

Top 10 músicas de brega-funk mais ouvidas na história do Spotify Brasil:

1. Hit Contagiante – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, MC Kevin o Chris, Sodré
2. Envolvimento – MC Loma e As Gêmeas Lacração
3. Baile da Colômbia (Brega Funk) – Remix – DJ 2F, DJ Anderson França, MC Ysa, MK no Beat
4. Paralisa – MC Loma e As Gêmeas Lacração, MC WM
5. Não se apaixona – DJ Cassula, Dj Kelvinho, Jerry Smith, MC Loma e As Gêmeas Lacração
6. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui
7. Tome na Pepeka – Biel XCamoso, Mc Lucy, Shevchenko e Elloco
8. Treme Treme – MC Loma e As Gêmeas Lacração
9. Combate – Aldair Playboy, MC WM
10. Ninguém Fica Parado – Maneirinho do Recife, Shevchenko e Elloco

http://open.spotify.com/playlist/37i9dQZF1DWZgZxLup5qYy

Top 20 artistas de brega-funk mais ouvidos na história do Spotify Brasil:

  1. Dadá Boladão
  2. Felipe Original
  3. Shevchenko e Elloco
  4. Aldair Playboy
  5. Mc Loma e as Gêmeas Lacração
  6. Mc Anônimo
  7. Mc Abalo
  8. Maneiro na Voz
  9. MC Reizin
  10. Dany Bala
  11. Mc Troia
  12. Biel XCamoso
  13. Ch da Z.o
  14. Mc Daninho
  15. Niago e Seltinho
  16. Mc Elvis
  17. Mc Nedved
  18. Mc Matias
  19. Vitinho Polêmico Dnv
  20. Mc Draak

Artistas Entrevistados

Shevchenko & Elloco
Dadá Boladão
MC Loma e as Gêmeas Lacração
MC Troia
É A TROPA (Maneiro na voz, MC Draak, Biel XCamoso, Marley no Beat)
MC Lia
Magnatas do Passinho SA (grupo de dança)

Ficha Técnica
Produção: CUBOCC
Jornalista e apresentador: GG Albuquerque
Direção: Felipe Larozza
Produção Executiva: Felipe Larozza
Roteiro e pesquisa: GG Albuquerque e Felipe Larozza
Produção local: Fernanda Régis
Som direto: Lara Bione e Juliana Santana
Direção de fotografia: Daniel Luppo
Imagens: Daniel Lupo, Felipe Larozza e Victor Ciappina
Drone: Daniel Lupo
Coordenador de pós: Victor Ciappina
Montagem: Victor Ciappina e Aline Amaral
Cor: Victor Santorsa
Tratamento de som: Raul Lorenzetti

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Conteúdos Relacionados: