in

Com mudanças nos hábitos alimentares, brasileiro busca 70% mais o nutricionista

assorted fruits and vegetables on green surface

A Conexa, ecossistema digital de saúde integral, líder na América Latina, registrou um aumento de 70% no volume de consultas com nutricionistas entre outubro e dezembro de 2023 em comparação com o último trimestre de 2022.

Atualmente, 60% dos usuários da telenutrição da Conexa procuram o serviço com uma primeira queixa de perda de peso e apenas 15% com o objetivo de mudança de estilo de vida. “Percebemos no teleatendimento que, muitas vezes, a perda de peso é a ‘ponta do iceberg’”, afirma Sara Singer, nutricionista da Conexa.

Segundo ela, a maioria da população só conhece os nutricionistas como profissionais de passar dieta e nada mais. “Mas sabemos muito bem que isso não é verdade; a nutrição tem um papel enorme em vários casos, o que torna essa profissão tão bonita e necessária”, diz.

Sara considera a profissão de nutricionista essencial, pois as pessoas não estão preocupadas com os seus próprios hábitos de alimentação. Para a nutricionista, o estilo de vida atual desencadeou distúrbios comportamentais e alimentares, que juntamente com a ansiedade, impactaram diretamente na alimentação e bem-estar das pessoas.

O padrão alimentar dos brasileiros vem se modificando há alguns anos, com uma redução considerável no consumo de frutas, verduras, legumes e, até mesmo, do tradicional arroz com feijão. Há um consumo elevado de alimentos ultraprocessados, cujas vendas vêm se expandindo intensamente desde a década de 1990.

Trata-se de produtos industrializados que passam por uma série de processos antes de ficarem prontos para consumo e, em geral, contêm quantidade elevada de calorias, gordura, açúcar, sal e ingredientes artificiais. Ela lembra que apenas um pouco mais de um terço da população brasileira consome cinco porções de frutas e hortaliças diariamente.

Não é à toa que o Brasil está entre os países com os maiores índices de obesidade no mundo. De acordo com o Ministério da Saúde uma em cada cinco pessoas (22,4%) tem a doença e mais da metade da população (57,2%) está acima do peso.

“Diante desse quadro, muitos dos profissionais da nossa área começaram a realizar um trabalho para promover a conscientização para a prática de hábitos saudáveis”, explica Sara.

Os desafios para mudanças desses hábitos e comportamentos apontam para necessidade de ter como foco a prevenção. E para ajudar nesse trabalho de conscientização, a telenutrição teve papel fundamental. “A consulta online tem se mostrado tão eficaz quanto o atendimento presencial, pois em ambos há acolhimento, apoio, responsabilidade e ética por parte do profissional”, declara. E ela garante que os resultados são independentes do tipo de consulta.

Mais importante que a modalidade como esse atendimento será feito, se online ou presencialmente, é prezar por sua qualidade, com foco em uma nutrição humanizada, anamnese nutricional completa. É a partir dessa avaliação que serão definidos objetivos, cardápios e etapas a serem cumpridas ao longo do acompanhamento profissional.

Há algumas vantagens em realizar uma consulta com um nutricionista online. A principal delas se refere a uma maior comodidade e ganho de tempo. O interessado em ser atendido remotamente não precisa se deslocar até o consultório do profissional e se preocupar com o tempo que ficará no trânsito, por exemplo.

Além disso, o portfólio de profissionais se torna mais amplo. Ou seja, o paciente tem acesso a nutricionistas de várias cidades ou estados e de diversas especialidades.

Denunciar post

Escrito por Gabriel Nascimento

Oie, sou o Gabe, o cérebro por trás desse universo chamado Nation POP. Sou Jornalista, especialista em Marketing e Engenheiro de Software. Minhas redes sociais estão a disposição para conexões 💜😉

person standing near the stairs

Executivo propõe uma nova era de liderança colaborativa e humanizada em seu novo livro

Uma vida - A história de Nicholas Winton, tem nova data de estreia

Uma vida – A história de Nicholas Winton, tem nova data de estreia